Festival de projetos sem respaldo legal

Talvez muito mal assessorada, a administração municipal em Aimorés tem enviado à Câmara projetos sem qualquer respaldo. Os exemplos são inúmeros: um deles previa a concessão de descontos e parcelamentos de créditos tributários, o que é totalmente ilegal em ano eleitoral, conforme explicou o vereador Onair Vitorino Filho.

Outro projeto, também rejeitado, dava nome do ex-prefeito Acindino Francisco Dias a uma Academia de Saúde, mas enviado ao Legislativo sem chance de atender ao prazo legal que a matéria exige.

Mais irregularidades: a Prefeitura deu nome de “Tia Laura” e “Penha Salgado” a duas escolas do município, sem passar a matéria pela Câmara. Aí são dois erros: não se pode dar nome de pessoas vivas a repartições públicas e somente o Legislativo poderia analisar a matéria.

E tem ainda mais um caso: a escola “Pequenos Brilhantes” foi batizada com este nome sem passar o projeto pela Câmara. Um verdadeiro festival de ilegalidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias

Novembro Azul: saiba mais

Novembro Azul é um movimento mundial que acontece durante o mês de novembro para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer

Notícias

Você sabe o que é Outubro Rosa?

Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente em outubro, com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama.