Câmar rejeita projeto contra agricultures

Um projeto de lei do Executivo que deu entrada em 2015 na Câmara, que proibia o uso de irrigação na agricultura em Aimorés, foi rejeitado pela maioria dos vereadores.

Eles entendem que a matéria traria profundas consequências ao meio rural, uma vez que culturas como arroz, café, feijão e inhame dependem da água de irrigação para produzir.

Os vereadores entendem que o município passa realmente por uma forte crise de estiagem, porém o projeto tirava o ganha pão de centenas de pequenos produtores de Aimorés.

A Câmara defende o uso racional da água, através de campanhas de conscientização e fiscalização das autoridades para que todos possam usufruir deste meio de sustento e produção.

O projeto do Executivo era radical demais e traria consequências imprevisíveis à economia de Aimorés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *